Blog    
Início | Login
40% da população mundial estão nas redes sociais, diz estudo   0 3
Um levantamento realizado pelas empresas Hootsuite e We Are Social, que gerenciam ferramentas de redes sociais, revelou que mais de 3 bilhões de pessoas já usam redes sociais. Considerando que haja cerca de 7,5 bilhões de pessoas no mundo, o número representa 40% da população global.

E a quantidade de adeptos não para de aumentar. Apenas nos últimos três meses, mais de 121 milhões de pessoas começaram a usar redes sociais - um aumento de aproximadamente 4%. Esse crescimento também representa mais de 1 milhão de novos usuários de redes sociais por dia.

Quem está online

Mais de 3,8 bilhões de pessoas no mundo todo já têm acesso à internet - cerca de 51% da população mundial. Ao longo do último ano, a forma como elas acessam a rede mudou drasticamente: a fração de tráfego feito por PCs e notebooks diminuiu 18%, chegando a 41%. Os dispositivos móveis, por sua vez, cresceram 21%, chegando a 54% do total do tráfego de internet.

Outra mudança notável veio na categoria "outros dispositivos", que inclui consoles de videogame e aparelhos domésticos e industriais conectados. Embora essa categoria ainda represente apenas cerca de 0,14% dos acessos à rede, ela cresceu 27% no último ano. A imagem abaixo ilustra esses dados:[https:/img]/cache.olhardigital.com.br/uploads/acervo_imagens/2017/08/20170807093238.jpg[/img] Quais são as maiores redes?

O título de maior rede social do mundo fica com o Facebook: a rede de Mark Zuckerberg conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos mensalmente, conforme já anunciado. Em seguida vem o YouTube - que vem expandindo lentamente seus recursos sociais -, com aproximadamente 1,5 bilhão de usuários.

Quem fecha o pódio é o WhatsApp, que também pertence ao Facebook, com 1,2 bilhão de usuários. Ele fica empatado com outra rede social da empresa de Zuckerberg, o Messenger. Isso considerando que os apps de mensagem também são redes sociais; senão, a terceira rede social mais popular é o Instagram, com mais de 700 milhões de usuários - para Zuckerberg, não faz diferença, já que sua empresa é dona do Instagram também. Cerca de 60% das pessoas que têm acesso ao Facebook entram na rede social todo dia - isso significa mais de 1,2 bilhão de usuários. Há um leve desequilíbrio entre o número de contas identificadas como homens e o número de contas associadas a mulheres: 56% contra 44%, respectivamente, o que, supostamente, indica que há mais homens que mulheres na rede. De todos os usuários do Facebook, 87% acessam a rede por meio de dispositivos móveis - exclusivamente ou não.

Das pouco mais de 3 bilhões de pessoas que acessam as redes sociais, cerca de 2,78 bilhões o fazem por meio de seus dispositivos móveis. Em termos de porcentagem da população mundial, isso representa 37% dos habitantes do mundo. Esse número inclui tanto as pessoas que acessam as redes exclusivamente por seus aparelhos móveis quanto as que o fazem também por outros meios. Um oceano de celulares

Segundo o levantamento, o número pessoas com celulares com ou sem acesso à internet no mundo é de mais de 5 bilhões (cerca de dois terços da população). O número total de conexões celulares é ainda maior: mais de 8,2 bilhões, o que representa mais de uma conexão por pessoa no mundo. Apenas 55% dessas conexões, no entanto, são referentes a smartphones. No ramo dos smartphones, o Android ainda é o sistema operacional mais usado, de longe. 72,9% das requisições feitas a servidores por dispositivos móveis vieram de aparelhos com o software do Google. O iOS, da Apple, ficou com 19,4% desse espaço, e os demais sistemas (como o Windows Phone) ficaram com 7,7%. Em média, cada smartphone usou, por mês, 2,3 GB de dados móveis - no total, o consumo médio mensal de dados por celulares foi de mais de 9 bilhões de gigabytes.

O The Next Web também ressaltou um levantamento separado, da Ericsson, que mostra qual é o uso feito desses dados. Entre todos os dispositivos, o principal consumo de dados é para assistir a vídeos (entre os tablets, quase 60% dos dados usados são para isso). Navegação na internet fica em segundo lugar, em todos os casos, e os dois juntos somam mais de 50% entre todos os aparelhos.

Fonte: olhar digital
Postado por Dwkeka
Segunda, 7 de Agosto de 2017
Comentários
Pesquisar no blog:    
   home | blog | english
wapbrasil.net™