Blog    
Início | Login
Google remove extensão para Chrome que minerava Bitcoin sem alertar usuário   0 0
O Google removeu a extensão Archive Poster da Chrome Web Store nesta segunda-feira, 1º. Voltado para usuários do Tumblr, o complemento foi acusado de minerar criptomoedas e sobrecarregar o computador do usuário sem que a atividade tivesse sido explicitada previamente. O plug-in figurava entre os mais populares para o navegador, com mais de 105 mil usuários ativos.

Pratica crescente entre sites e extensões para navegadores, a mineração de criptomoedas adotada pela Archive Poster consiste em “sequestrar” parte do poder de processamento do PC do usuário para ganhar dinheiro virtual, neste caso o Monero. O grande problema, porém, é que a maior parte desses serviços sequer avisam que estão praticando isso. Ou seja, o internauta nem sempre percebe que o seu está sendo usado sem sua autorização e tampouco o porquê de a máquina estar lenta.

Antes de adotar essa medida, a Archive Poster tinha uma avaliação alta entre os usuários do Google Chrome. Com ela, era possível ter uma experiência mais completa na rede social Tumblr, incluindo opções como criar filas de publicações, rascunhos, republicar e outros. No entanto, com a descoberta do uso do Coinhive JavaScript, diversos internautas passaram a deixar críticas e a reportar o complemento para o Google, conforme publicou o site Übergizmo.

Com o aumento de casos de mineração indevida de criptomoedas, começou também uma corrida por soluções para impedir a execução desse tipo de script. Os usuários do Chrome já podem se proteger ao instalar a extensão No Coin no seu navegador. Além disso, no último mês, o Opera anunciou a chegada de um bloqueador nativo na próxima versão estável do browser.

Fonte: olhar digital
Postado por Dwkeka
Terça, 2 de Janeiro de 2018
Comentários
Pesquisar no blog:    
   home | blog | english
wapbrasil.net™